sábado, 1 de fevereiro de 2014

Trânsitos de Júpiter através das casas




Talvez este seja o ciclo mais interessante num sentido localizado, porque ele mostra as áreas da vida em que o planeta Júpiter estará trazendo maiores oportunidades de crescimento e prosperidade. Podemos dizer que esse trânsito é mais favorável entre as casas 9, 10, 11, 12, 1 e 2. As demais casas podem não ser tão interessantes, com exceção da casa 4 e casa 7 a depender da natureza dos aspectos que ocorrem ali. Isso ocorre porque Júpiter tem domínio natural sobre as casas 9 (fé e viagens) e 2 (patrimônio e riquezas) , e tem júbilo na casa 11 (sorte e amizades). Nas casas 10 (carreira e imagem pública) e 1 (corpo, saúde e personalidade), que são as principais casas do mapa, é sempre interessante o trânsito de um benéfico. A única exceção pode ser a passagem de Júpiter pela casa 12 que não tende a ser tão agradável, especialmente se os aspectos que ocorrem no interior dessa casa são mais tensos. 


Vejamos como funciona resumidamente o trânsito de júpiter por cada casa:





Primeiro quadrante: Oriental/Setentrional 

Casa 1: A primeira coisa importante é que ao entrar nesta casa Júpiter inaugura um período de aproximadamente 6 anos em que vai transitar pelo hemisfério norte (inferior) do mapa, levando a pessoa a se voltar para questões de cunho pessoal, de foro íntimo e de base e estrutura de vida. Os últimos 6 anos foram de foco na coletividade e na vida pública, agora é necessário focar e entrar em contato novamente com o próprio centro.  A casa 1 fala sobre quem a pessoa é, então o trânsito de Júpiter leva a uma conscientização maior sobre quem se é independente do que os outros pensam ou esperam da pessoa. Momento de afirmação ou reafirmação da personalidade com mais autenticidade e veemência. Isso pode ocorrer através de mudanças de atitude ou no estilo. É também um trânsito que costuma indicar vontade de se expandir, o que pode ser feito através de viagens, estudos ou aprendizado de idiomas. O mundo da pessoa, os limites psicológicos individuais estão se alargando ao longo do período.   


Casa 2: Nesta casa Júpiter tem domínio. É uma casa relacionada a autoestima e a senso de valor (ou amor) próprio e indica aumento na autoconfiança. A pessoa estará se considerando merecedora de mais e por esse motivo estará atraindo mais recursos. Júpiter nesta casa costuma levar a um sentimento de contentamento que faz com que a pessoa não precise de muito pra se sentir completa. Por outro lado, estará mais ciente do seu valor como indivíduo e estará agindo com o intuito de conseguir tudo aquilo que julga ser merecedora.


Casa 3: A passagem de Júpiter por esta casa aumenta a curiosidade levando a pessoa a ler e se informar mais, de forma natural. Ela também sente mais vontade de trocar ideias e por isso estará mais comunicativa. A escrita fica muito favorecida também. É um trânsito muito bom para o aspecto dos estudos e para todo o trabalho relacionado a escrita e comunicação. Acima de tudo, a pessoa estará achando mais fácil travar contato com desconhecidos e de fato estará com vontade de conhecer gente nova e visitar locais diferentes, sendo este um trânsito que leva a múltiplas  viagens curtas.  


Segundo Quadrante:  Ocidental/Setentrional


Casa 4: Este trânsito finaliza um período que durou 6 anos marcado por mais individualismo e inicia um novo momento que vai durar outros 6 anos aproximadamente marcado por uma aproximação maior na direção das outras pessoas. Nos voltamos para os outros e procuramos crescer e progredir em conjunto a partir daqui. A casa 4 é uma casa positiva para o bem estar individual, indica um momento de centralidade a nível emocional, mas pode não ser o melhor momento no aspecto profissional: podem faltar oportunidades, e o foco aqui teria de ser nas estruturas basais e invisíveis como a família e a saúde dos relacionamentos mais íntimos. A questão da moradia e do conforto no lar se torna muito importante, sendo este momento favorável para mudanças e reformas.

Casa 5: Esta casa é a "vergonha" de Júpiter (por ser oposta ao júbilo), é uma casa relacionada basicamente a coisas boas pois rege crianças, filhos, sexualidade, jogos e diversão. Em suma, é a casa do hedonismo, e neste sentido os excessos simbolizados por Júpiter podem levar aos gastos excessivos, ao abuso de substâncias e a promiscuidade. Podemos gastar bastante tempo com entretenimento, diversão e questões românticas e nos tornarmos um pouco indisciplinados. O problema aqui não está no prazer (que é sempre bem vindo), mas nas consequências dos excessos de prazer e da ausência de regras. É um trânsito que indica fertilidade e é muito favorável para o nascimento de filhos.

Casa 6: Esta casa é muito fraca e indica um momento marcado por poucas oportunidades. Como é a casa da "escravidão" pode indicar um período marcado por muito esforço no que diz respeito ao trabalho, mas pouco reconhecimento. Pode indicar problemas de saúde decorrentes de excessos, mas de modo geral é um trânsito indicado para consultas preventivas que tem potencial de detectar problemas que poderiam ser fonte de dor de cabeça no futuro. É um trânsito que pede maior organização no geral e diversos aspectos relacionados aos hábitos e ao cotidiano podem ser revisados. O período é favorável para adquirir novos animais de estimação. 


Terceiro Quadrante: Ocidental/Meridional


Casa 7: Este trânsito indica uma nova mudança de hemisférios, desta vez saímos de um período de 6 anos marcado por uma maior interiorização e foco na estruturação, e agora passamos para uma fase que dura outros 6 anos com Júpiter no hemisfério sul (superior) do mapa,  mais voltado a vida social e ao mundo exterior. Passamos a buscar mais oportunidades no mundo que nos cercar e agimos de maneira mais oportunista. Esta casa indica uma ampliação na vida social, em geral acabamos conhecendo muitas pessoas, entre contatos profissionais, amizades e até mesmo potenciais romances. São relações em potencial, e muitas delas serão trabalhadas ao longo dos 6 anos que se seguem a este trânsito.Dificilmente seria possível vivenciar todos os relacionamentos possíveis de uma vez só, muita coisa acaba tendo que ser colocada na gaveta pra ser explorada depois. É portanto um trânsito favorável para a popularidade, podendo indicar um novo relacionamento (mas não garantindo isso) ou uma melhora no relacionamento de longo prazo atual. Sociedades ficam favorecidas. 

Casa 8: Essa é uma casa que pode levar a algum desconforto, porque percebemos ao nosso redor que certos assuntos que para nós são espinhosos sendo abordados pelas pessoas em geral com mais alegria e entusiasmo. A casa 8 fala daquilo que para nós é tabu e mistério. Júpiter ali trata desses temas como se eles fossem brincadeira e nem todo mundo se sente a vontade. Mas ao mesmo tempo, trata-se de uma oportunidade de superar certos medos e entraves emocionais. É uma casa que facilita a intimidade e pode indicar ajuda financeira dentre outros tipos de ganhos. Assuntos como heranças, indenizações, legados, empréstimos, recebimento de dívidas e investimentos ficam favorecidos. Financeiramente, o momento será mais próspero especialmente se o crescimento for buscado em conjunto. Indica associação com pessoas com potencial pra ajudar de alguma forma, seja materialmente ou através de conselhos valiosos.

Casa 9: O trânsito de Júpiter por esta casa é considerado benéfico para a pessoa, apesar de a casa tratar de temas mais abstratos. Nesta casa Júpiter tem domínio e aqui temas tipicamente jupiterianos são evocados: Viagens,  estudos e religião. As viagens podem surgir na forma de oportunidades, e viagens marcadas para este tipo de trânsito em geral são felizes e recheadas de boas experiências e aprendizados. Trata-se de um trânsito que aumenta a fé, o pensamento positivo e leva a mente a trabalhar em favor da própria pessoa. Isso tem o potencial de abrir oportunidades e fazer com que a maioria das iniciativas deem certo. Pode haver um contato maior com religiões, filosofia ou com pessoas (como um professor ou amigo) com potencial de atuar como fonte de inspiração durante o período. É um momento muito favorável para o início de estudos de longo prazo.     


Quarto Quadrante: Oriental/Meridional
   

Casa 10: Júpiter nesta casa marca o fim de um período de 6 anos onde o crescimento se deu em conjunto, partilhando a vida com outras pessoas. O foco a partir de agora e ao longo dos próximos 6 meses é nas necessidades individuais com o individualismo se acentuando a medida em que Júpiter se aproxima do ascendente. Como a casa 10 trata da vida profissional, Júpiter aqui costuma trazer oportunidades de expansão e realização no escopo da carreira. Pra pessoas que não seguem exatamente uma carreira, são oportunidades de assumir uma posição melhor em seu nicho social, seja através de um novo emprego ou através de algum tipo destaque. O sucesso não ocorre de forma automática, requerendo ainda trabalho e esforço, mas nesse momento existem oportunidades pra que a pessoa mostre ao mundo a que veio. 

Casa 11: Esse é o local de júbilo do planeta Júpiter e é uma casa de natureza essencialmente benéfica. Ela significa Oportunidade, porque um dos seus significados são justamente as consequências e dividendos que obtemos das nossas interações com a coletividade, em suma, o que recebemos do mundo. Está associada a sorte, ajuda e oportunidades que surgem de forma inesperada. É também a casa da amizade . A disposição da pessoa fica mais generosa e haverá também a oportunidade de ajudar outras pessoas. Troca de favores é um tema forte nesta casa. Basicamente, todos os temas jupiterianos se favorecem, é um momento com potencial pra atração de recursos e favorável para viagens e estudos.   


Casa 12: Essa casa é bastante fraca e usualmente reprime a energia porque um dos seus temas é a reclusão. O trânsito de Júpiter por ali pode levar a uma necessidade de se proteger e a um sentimento de vulnerabilidade. Esse processo na realidade tem a utilidade de colocar a pessoa mais em contato com ela mesma, até porque ao sair da casa 12 Júpiter entra na casa 1 , do eu. É o estágio final do setor coletivo do mapa, onde em geral já estamos exauridos das interações com a coletividade e buscamos novamente o nosso centro. Uma consequência negativa é a possibilidade do envolvimento com situações confusas e mal entendidos,  e de ser alvo de boatos. Os eventuais retiros voluntários para reposição de energias e o foco no resguardo das próprias defesas é o mais indicado pra se atravessar esse momento.  Visita a terapeutas  pode ficar favorecida porque o acesso a elementos do inconsciente se torna facilitado durante este trânsito. 
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015