segunda-feira, 17 de junho de 2013

Plutão em Capricórnio ♑





Plutão já está a 5 anos em Capricórnio, estamos quase na metade deste trânsito. No primeiro texto que escrevi, tudo era especulação. Vale lembrar que estávamos não somente com Plutão em Sagitário, mas com Júpiter em Sagitário no ano imediatamente anterior ao ingresso de Plutão em Capricórnio. A introdução de um remake da crise de 1929 parecia improvável e foi nessa direção que fui quando comecei a especular sobre o trânsito de Plutão em Capricórnio, com ele ainda em Sagitário. Agora que Plutão já mostrou a que veio neste signo fica mais fácil formular um pensamento mais claro sobre o que ele já representou e ainda vai representar em nossas vidas.

Antes de uma olhada no primeiro post que escrevi, no final de 2007 (publicado no blog somente em janeiro de 2008):


E também neste onde falo sobre o que plutão representa:



A ascensão das posturas conservadoras, algo que parecia impensável durante a época de planetas passando pelos libertários signos de Sagitário e Aquário simplesmente nos tomou de assalto, atualmente vivemos a ameaça real da ascensão de movimentos muito semelhantes ao fascismo. Outra coisa que choca é a reação despótica de diversos governantes que passaram a reprimir de forma violenta diversos movimentos e manifestações políticas mundo a fora. Tudo parece se enrijecer e se entrincheirar cada vez mais, a medida em que os dias avançam. Bem como o avanço sorrateiro do conservadorismo. Os reacionários desejam a volta dos "bons e velhos" tempos do ditadura, ou pior, do fascismo. Na verdade, pra eles o importante não é que seja bom, o importante é que seja velho.

E de repente o pessimismo toma conta do mundo e emagrece as economias criando crises e uma onda de desemprego assola a antes próspera Europa. Uma das palavras chaves usadas pra se descrever o signo de Capricórnio, "austeridade" de repente se transforma em palavra de ordem. Rigidez, autoritarismo, austeridade e mesquinharia são forças desejosas de crescer e dominar as mentes das pessoas no momento atual. Felizmente , há reação, e uma reação a altura. Estamos simultaneamente com Urano em Áries, batendo de frente com plutão em Capricórnio neste momento.



Basicamente, Plutão em Capricórnio representa uma ameaça ao poder estabelecido. Ele estremece, exatamente como num terremoto. O movimento reacionário é uma consequência natural, uma reação ao estremecimento. Da mesma forma que Plutão em sagitário levava ao fanatismo e ao cúmulo do consumismo, Plutão em Capricórnio também leva a reações extremas e neste caso ele se vale do que existe de mais mesquinho e conservador tanto nesses que detém o poder quanto em pessoas normais que se veem ameaçada pelo "ruir" que se avizinha. O ruir de alguma coisa se aproxima, já se ouve as rachaduras de todo um sistema que quase não se sustenta mais sobre suas pernas. Mas não é em Capricórnio que o sistema, ou seja la o que tem que "ruir" cai. Isso só acontece quando Plutão chega em Aquário. Aquário é o desmoronamento propriamente. É a perda total do controle. E nesse ínterim são as massas que passam pela transformação e pela convulsão, para o bem e para o mal também.  

Uma das coisas mais importantes associáveis ao signo de Capricórnio é o patriarcado, Capricórnio é um signo fálico por excelência. Ele simboliza o local mais alto, numa alusão clara a ideia de poder numa estrutura de mundo patriarcal. O signo oposto, Câncer, é o matriarcado, onde sobrevivência fala mais alto do que deter poder ou controle. Assim Capricórnio também fala diretamente acerca de diversas questões de gênero, e principalmente sobre a opressão do masculino sobre o feminino. Plutão em Capricórnio é também um processos transformativo nessas estruturas, muito lento, mas que tem o potencial de elevar as relações de gênero a um novo patamar. Desde 2008 o feminismo e as batalhas por igualdade de gêneros, inclusive por direitos iguais dos casais homossexuais tem ganhado um foco no mundo, e finalmente seus opositores tem se erguidos também, exibindo toda sua fúria reacionária. Mas é o espectro reacionário quem afunda com plutão em capricórnio, na medida em que passamos do estágio capricorniano pro aquariano. Ao final do trânsito, as relações de gênero estarão em outro nível, e torço eu, num nível que coloque cada vez mais homens e mulheres em posição de igualdade.

A reação é o medo do caos, o medo das consequências da queda, porque a queda tem consequências boas e ruins, e as ruins afetam a todos, não somente os que lutavam pela manutenção da estrutura. O que se ganha em liberdade, se ganha em caos e instabilidade. Portanto enquanto Plutão permanecer em Capricórnio haverá uma força invencível lutando ferrenhamente contra o tal "desmoronamento", por mais inevitável que ele seja. Neste cenário vemos a manifestação de Urano em Áries realizando um desafio a esse plutão, ameaçando derrubar tudo antes da hora, ameaçando expor a podridão do mundo, ameaçando instaurar o caos e a loucura se for necessário. É aí que as coisas enrijecem de forma cada vez mais descontrolada. Infelizmente, o conservadorismo e o sentimento de opressão vão num crescendo até o final de Plutão em Capricórnio. E infelizmente Urano deixa Áries antes disso. Ao final do trânsito de urano em Áries (ou mesmo antes, ao final da orbe de quadratura) fica bem claro isso e de novo volta a imperar a austeridade e o conservadorismo, sem grandes reações. E estes crescem até se tornarem insuportáveis, até que espontaneamente tudo exploda, até que finalmente Plutão entre em Aquário. O que não necessariamente será algo bom! Sem dúvida será libertador, mas como signo de saturno, aquário também traz um certo peso.    



O que está em ameaça não é somente quem controla e detém o poder, mas principalmente, todo um sistema que tem governado a lógica, a ordem e tem dado sentido a vida a dezenas de anos. De certa forma, Plutão em Capricórnio é também a luta pela sobrevivência desses sistema, uma luta em vão porque a mudança é inexorável e não está relacionada somente com o ingresso de Plutão em Aquário. Entra jogo o que é representado pelo grande ciclo entre Júpiter e Saturno, que está prestes a passar por uma virada. Desde os anos 80 estamos na fase de transição, porque a mais de 200 anos as conjunções entre júpiter e saturno tem ocorrido em signos de terra, a marca da revolução industrial, uma revolução na produção e no consumo. Em 1981 a conjunção de Júpiter e saturno ocorreu pela primeira vez num signo de ar, Libra. Mas em 2000 a conjunção voltou a ocorrer em signos de terra, a ultima neste elemento, em Touro. A próxima que está pra ocorrer em 2020 vai acontecer em aquário, e logo depois é plutão quem entra em aquário consolidando um novo movimento que vai ditar novas regras para os próximos 200 anos, quando todas as próximas conjunções de Júpiter e Saturno se darão em signos aéreos: Aquário, Libra e Gêmeos.  

De 2020 em diante a marca vai ser do elemento ar, que rege a coletividade, o pensamento, a inovação e a renovação. Épocas anteriores marcadas pelo elemento ar foram marcadas pela queda de grandes impérios, mas trata-se de um processo muito lento. A queda do Império Romano ocorreu numa fase de conjunções em signos de ar, e o fim da idade média (com a grande crise humanitária europeia do século 14) também aconteceu numa fase de conjunções em signos de ar, e estamos prestes a entrar novamente neste processo.

Até la veremos resistência, mas quanto maior a resistência, maior é a força de reação que é gerada em resposta, num ciclo infinito que só termina finalmente com a quebra das estruturas. Só que também não adianta esperar que tudo caia de uma vez com Aquário, porque até se completar o trânsito por este outro signo vão mais de 20 anos. As mudanças que estamos vendo agora são irreversíveis mas a escalada conservadora é irresistível e ela só vai parar quando a quebra finalmente se iniciar com aquário. E Plutão em Capricórnio portanto se resume a isso: temor e tremor; O ponto alto do trânsito de Plutão em Capricórnio será no terceiro decanato, entre 2018 e 2022, com saturno passando por entre Capricórnio e Aquário. Vale lembrar que a independência dos Estados Unidos da América tem Plutão aos 27° de Capricórnio. A China atual  tem ascendente e lua nos primeiros graus de Aquário. Os dois grandes protagonistas da atualidade e motores do sistema que nos governa ainda não tremeram o suficiente.  

Vamos tentar compreender como funcionam os trânsito de Plutão em Capricórnio numa visão geral pra cada signo. Leve em conta seu ascendente, sol ou algum signo que tenha ênfase no seu mapa se você souber qual é.



Áries



Áries vive a quadratura minguante, um dos aspectos mais difíceis de todo o ciclo de Plutão. Está relacionado a transformações muito profundas que frequentemente vem associadas a conflitos sérios com autoridades ou perdas. Basicamente Áries é o que existe de mais ameaçador pra Plutão em Capricórnio, porque num sentido simbólico, é o novo que anula o velho que se assanha e ameaça tomar o lugar do que já estava estabelecido. Por isso a repressão pode ser severa. Devem tomar cuidado pra não criar inimigos poderosos, devem evitar dar a cara a tapa sem proteção ou garantias. Pode haver a súbita quebra de estruturas antigas de vida. Isso pode afetar carreira, família, casamento, uma série de coisas. Tudo ficaria melhor explicado sabendo-se a casa por onde plutão está passando porque ela revela a área da vida que está sofrendo a "devastação". Note que a devastação pode ser tanto em sentido figurado quanto literal. Não se acanhe de pedir ajuda neste momento, essa é uma batalha em que você não pode partir pro fronte desarmado e nem sozinho.  



Touro


Momento tende a ser marcado por conquistas importantes, estabilidade e empoderamento em algum nível. As transformações sociais e políticas do momento vão de encontro com os interesses taurinos, apesar da instabilidade consequente que tende sempre a gerar apreensão. A tendência ao conservadorismo vai de encontro ao temperamento natural dos taurinos. Possibilidade real de se erguerem alicerces para a vida que servirão como fortalezas para as adversidades futuras. Aproveitar o momento pra estocar energia, porque dentro de 10 anos a entrada de plutão em aquário tende a reverter o quadro dramaticamente.


Gêmeos


Para os geminianos não há nenhum aspecto mas eles ainda estão cicatrizando das profundas transformações que ocorreram a pouco tempo atrás com Plutão em Sagitário (95 a 2007). Assim, o momento é estável, onde a nova realidade em que foram atirados naquela época agora é digerida e a vida vai pouco a pouco ganhando um novo senso de estabilidade. Os trânsitos de netuno pode sugerir mais algumas mudanças, mas essas nem se comparariam as anteriores com plutão, netuno é muito mais sutil e menos sofrido.


Câncer


Cancerianos são atingidos em cheio através do aspecto de oposição. A crise plutoniana tende a ser projetada no outro: ela ocorre com o outro ou é causada pelo outro. Há um sentimento de impotência que é falso, como se a pessoa estivesse a mercê das circunstâncias e fosse atropelada pelos acontecimentos. Devem perceber que a oposição pode dar uma oportunidade de empoderamento muito grande, mas somente se houver muita coragem e disposição pra abandonar muitas coisas. É como atravessar um umbral, um portal pra uma nova vida, você deve escolher pra valer. Se tentar ingressar no novo ainda travestido com o que costumava ser, corre o risco de ser violentamente despido. Pra quem é jovem ou mesmo pra quem já é crescidinho, tende a haver um processo acelerado de amadurecimento. É como se a pessoa agora desnudasse os segredos do mundo, se tornasse mais maliciosa e consciente do poder que todos são capazes de exercer. O diferencial agora é a conscientização no uso desse poder. Pra alguns pode ser a conscientização e o despertar da sexualidade, pra outros  a conscientização do poder proporcionado por alguma forma de vantagem que a pessoa tem no mundo. Isso pode levar a pessoa facilmente a se desvirtuar a e a ir por um caminho pouco ético também, sendo a escolha da forma de ação uma questão de livre-arbítrio, e que pode trazer consequências antes do que a pessoa imagina.


Leão

Leoninos atravessam um momento estável, consequente dos últimos anos de Plutão em trígono com o sol. Tiveram a oportunidade de se estruturar e de construir plataformas de ação que se revelam úteis até hoje. Neste momento não há aspecto, é uma fase de interlúdio. Em breve chega a oposição com Plutão em Aquário onde a vida começa a trazer novos desafios e novas oportunidades de crescimento simultaneamente.


Virgem


 Para os virginianos, o momento é de cicatrização, porque vem de uma fase pesada de Plutão em quadratura (95 a 2007). O processo é de cicatrização e ao mesmo tempo de empoderamento vertiginoso. Estão vivendo o trígono crescente de Plutão e esse pode ter um sabor de vingança, porque os bloqueios, injustiças e sofrimentos do passado dão lugar agora a uma nova fase de estabilidade. O mundo agora oferece plenas condições pra sua atuação, bastando que você abdique dos seus receios, porque pra quem não é acostumado, o poder frequentemente assusta. Ao mesmo tempo, cuidado pra que esse novo poder não o cegue e não lhe crie a ilusão da invencibilidade. Aproveite o momento pra criar uma plataforma sólida de atuação que lhe servirá como apoio durante diversos anos da sua vida, o mundo lhe oferece os recursos pra isso neste momento.    


Libra


Para os Librianos o momento é tenso, porque Capricórnio forma uma quadratura com este signo. Mudanças se impõe de forma irrevogável e desta vez não há negociação. Você deve perceber que muitas das estratégias que costumavam funcionar num passado recente agora se mostram completamente inúteis. Muitas das mudanças no momento podem lhe prejudicar ou limitar em algum nível, mas isso ocorre principalmente na medida em que você seguir apegado com a  vida que tinha a alguns anos atrás. Nada nem ninguém irá força-lo a mudar, mas o ideal seria que você tentasse seguir o curso das mudanças ao invés de resistir. A resistência gera como que um peso que pode dificultar uma futura reação da sua parte no futuro. Se perceber os sinais pra mudança, se de repente alguma situação de sua vida mudar drasticamente de modo a lhe causar inclusive sofrimento, saiba que se você não tomar a iniciativa, as coisas não irão melhorar pro seu lado. Se as coisas mudaram pra pior, nem adiante insistir porque a tendência é piorar mais e mais. Exercite o poder do não e a sua capacidade de promover finalizações importantes. É somente quando elas se fazem necessárias que percebemos o quanto elas podem ser difíceis!


Escorpião


Para escorpianos a vida não promete grandes transformações, mas é possível que estas estejam ocorrendo mais próximas do que você imagina. Muito provavelmente você vai precisar ajudar algum amigo em apuros. O momento é de estabilidade e segurança. Não promete reviravoltas e nem empoderamento substancial, mas concede a você uma visão e uma capacidade de compreensão do mundo a sua volta que provavelmente você não possuía antes. O mundo lhe permite criar estruturas agora, apenas certifique-se de não fazer elas com excessiva rigidez, porque ao terminar esta fase é bem possível que a vida lhe obrigue a uma mudança drástica de planos.


Sagitário


Sagitarianos passaram pela conjunção de plutão recentemente (95 a 2007) e ainda se recuperam dos violentos processos de transformação aos quais foram submetidos. Lentamente  vão construindo ao longo do trânsito de plutão em Capricórnio um senso de estabilidade e segurança. As transformações agora são incorporadas e fazem parte da nova realidade da vida. Podem ser úteis conselheiros para os que estão vivendo processos plutonianos agora de vido a experiência recente, apesar da abissal diferença entre os processos em sagitário dos processos de agora.  



Capricórnio


Tudo o que o signo de Capricórnio representa está passando por um irreversível processo de transformação. E os nativos que tem este signo forte no mapa sofrem as consequências. As conjunções de Plutão tem duas fases: a perda/morte de um elemento importante da vida, e depois o renascimento e empoderamento consequente. É um processo de morte e ressurreição literal. Temos que lembrar que a quase 250 anos, desde a última passagem de Plutão por Capricórnio, um determinado "conceito" de diversos valores deste signo se mantém intactos no mundo. É por isso que a passagem de plutão é tão contundente. Para as pessoas  afetadas, é necessário manter a perseverança e a força de vontade. Na realidade, sob trânsitos deste tipo é muito comum que as pessoas descubram seus potenciais ocultos em meio a uma situação de aparente derrota. Passa a haver uma forte divisão na vida, é como se a pessoa se divorciasse completamente daquilo que ela costuma ser antes do processo da conjunção. é o sentimento de não ter nada a perder e de tudo a ganhar que faz brotar elementos antes desconhecidos da própria pessoa. Assim a sensação de desamparo inicial logo da lugar a um aumento do senso de individualidade e autoconfiança. Pra muitos é como descobrir os segredos do funcionamento do universo. É como descobrir a mágica pra fazer sua vida funcionar. Mas as custas de um processo bem doloroso. É no extremo da dor, quando a pessoa é precipitada ao seu limite que ela finalmente lança mão de todos os seus recursos, e o resultado final é ela sair completamente renovada do processo. A forma como o processo se dá depende muito da casa e de qual planeta ou elemento do mapa sofre a conjunção. Algumas são mais difíceis que outras. As conjunções com Sol, Lua, Marte e Saturno tendem a ser as mais difíceis, enquanto que as conjunções com outros elementos acabam sendo mais suportáveis, mas tudo depende também do que o planeta em específico estará regendo no mapa em questão. pra determinar isso, somente numa consulta astrológica.


Aquário


Para aquarianos este momento é ainda de estabilidade, mas já é possível vislumbrar ao longe que uma mudança se assanha no horizonte, quando plutão chegar em aquário. Até la os aquarianos não tendem a ser afetados particularmente por plutão, a não ser aqueles que também tem o signo de Capricórnio mais expressivo em seus mapas.  O sentimento de enrijecimento pode começar a tomar conta de alguns e vai ficando estranha a ideia da possibilidade de uma mudança. Essa possibilidade só será vislumbrável mesmo quando finalmente o processo plutoniano se iniciar para os aquarianos.   


Peixes



Para os piscianos a fase é de estabilidade. A capacidade de compreensão das circunstancias atuais e das transformações momentâneas colocam os piscianos em uma vantagem estratégica. Eles mesmo vem de um processo bem difícil envolvendo a quadratura de plutão com o seu signo entre 1995 e 2007, e pra muitos essa fase é um processo de cicatrização de criação de uma nova plataforma de estabilidade. Ainda assim, tem que conviver com mais mudanças, dessas vez as promovidas pelo trânsito de netuno por Peixes, só que essas muito mais bem vindas e processadas de forma bem menos violenta.

Efeméride resumida de Plutão em Capricórnio, mostrando até onde plutão avança em cada ano pelo signo de Capricórnio.

Ingresso 00°♑00'Capricórnio 25/01/2008

2008: 01°♑08' Capricórnio
2009: 03°♑18' Capricórnio
2010: 05°♑25' Capricórnio
2011: 07°♑30' Capricórnio
2012: 09°♑33' Capricórnio
2013: 11°♑35' Capricórnio
2014: 13°♑34' Capricórnio
2015: 15°♑32' Capricórnio
2016: 17°♑29' Capricórnio
2017: 19°♑23' Capricórnio
2018: 21°♑17' Capricórnio
2019: 23°♑09' Capricórnio
2020: 24°♑59' Capricórnio
2021: 26°♑48' Capricórnio
2022: 28°♑35' Capricórnio
2023: 00°♒21' Aquário

Deixa Capricórnio definitivamente: 19/11/2024


Totalizam quase 16 anos, apesar de quem nos últimos 2 anos plutão passa boa parte do Tempo em Aquário. Ele sai e volta pra capricórnio uma vez em 2023 e outra em 2024, saindo definitivamente do signo no mesmo ano de 2024. A influência de Plutão em Aquário já será total a partir de 2023 de qualquer maneira, a partir do primeiro ingresso no signo. 
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Anônimo disse...

O que mais me impressionou nessa onda de protestos do Brasil foi o caso do jornal Folha de São Paulo que, desde o início das manifestações contra o aumento da passagem, mantiveram um postura excessivamente conservadora.
Ex: http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/105146/

O resultado desse posicionamento não poderia ser pior: sete de seus repórteres baleados por policiais militares. Uma repórter, inclusive, recebeu um tiro no olho.
Como foram uma das maiores vítimas da truculência policial foram obrigados a mudar o rumo de sua prosa e a tratar as manifestações com mais imparcialidade.
Foi um momento em que pude reconhecer a força devastadora do plutão em capricórnio. medo#

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015