domingo, 2 de dezembro de 2012

Lua em Câncer, Sol em Oposição a Júpiter, 2 de dezembro de 2012




☽♋ Dia leve, com lua fora de curso, mas no signo de Câncer, onde esta condição não é considerada grave. A lua segue em Câncer até quase o final deste dia, quando ingressa em Leão. Mas, além da lua em Câncer, o dia é marcado por um aspecto importante.

☉♐ ☍ ♃♊ Temos hoje o Sol em Sagitário em Oposição a Júpiter, ponto importantíssimo dentro do ciclo de Júpiter. A conjunção e Oposição são os únicos momentos em que a posição geocêntrica e heliocêntrica de um planeta são idênticas. São pontos médios no ciclo, são como "Check points". O Sol, por presidir a consciência e a luz, traz à tona com muita potência os significados do planeta para o plano imediato durante uma conjunção ou oposição.

No caso de Júpiter, sabemos que tais significados são sempre muito bons, mesmo quando ele se encontra sob o stress de um aspecto tenso com o Sol. mas neste caso Júpiter está em seu detrimento, num signo em que não funciona muito bem, onde se manifesta de forma tortuosa, conflituosa.

Ao se opor a Júpiter, o Sol traz um clarão para a problemática deste Júpiter. O aspecto dos abusos na esfera dos prazeres e da ausência de ética dentro dos relacionamentos vêm à tona com muita força. No nível social, é a corrupção, são as mentiras, a ausência de ética que são colocadas em foco. É momento que todas as mentiras geminianas intentadas por este Júpiter se despem exibindo a verdade para quem a quiser ver e tocar;

O Orgulho, a arrogância, o otimismo auto-destrutivo, que se recusa a enxergar a realidade e que acha que pode alterar o funcionamento das coisas ao seu bel prazer e assim criar a própria sorte "trapaceando" o universo, essas características ficarão muito evidentes naqueles que as ostentam num dia como hoje, o que pode levar a conflitos, porque essas pessoas serão questionadas e certamente não engolirão sua empáfia. Verdadeiros balões de arrogância, vaidade e megalomania serão estourados hoje pelo calor impiedoso do sol em Sagitário se opondo a este Júpiter manco. É o calor da verdade solar, o olho que tudo vê, do qual não se pode fugir pra sempre.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015