domingo, 12 de agosto de 2012

A Astrologia do Brasil




Quero dar início com esse post ume espécie de exploração astrológica através de culturas e geografias distintas, analisando mapas de possíveis datas de fundação/independência dos principais países da atualidade. E começo obviamente, falando do meu país de origem, o Brasil. Não quero me limitar aqui ao que “outros astrólogos consideram como sendo o mapa do Brasil”, a determinação da data de surgimento de algo como um país não é tão simples pra que você tenha a segurança de tomar qualquer informação como certa. Mas quero me ater especialmente ao que se considera como mapa simbólico (geralmente um mapa associado a independência ou algum tipo de modificação política importante).

O Brasil apresenta 3 datas fundamentais: A data da sua descoberta pelos portugueses, a data da sua independência de Portugal e a data da proclamação da república. Dessas datas, a que tem o maior impacto em termos de finalmente determinar a estrutura do Brasil atual é sem dúvida a do mapa da independência, datado pro dia 7 de setembro de 1822; Este é o que poderíamos chamar de mapa simbólico do Brasil. O horário exato pra este mapa não é conhecido, ele é calculado pra um evento, o famoso “grito do Ipiranga”, que teria acontecido de acordo com relatos, durante a tarde do dia 7 de setembro de 1822 (próximo ao fim da tarde). O Ascendente acaba tendo condições de ser Aquário ou Peixes, caso este evento seja levado em consideração. Apesar de existir um grupo influente de astrólogos brasileiros a defender o ascendente em aquário, eu discordo desta possibilidade.  Eu pessoalmente não consigo enxerga, nem remotamente, as características do signo de Aquário sendo aplicadas a realidade brasileira. Especialmente porque o Ascendente no caso de um “mapa simbólico” deveria representar algo como a “personalidade básica” do país, ou seja, as ideias e características que vem a nossa mente quando pensamos no país, e principalmente o que outros países conseguem enxergar, ou melhor dizendo, o que os outros enxergam do nosso país, seria então o que se sobressai a nosso respeito. Aquário teria uma frieza, uma assepsia, um aspecto intelectual e etéreo que não tem associação com o Brasil, ao meu ver. Já a segunda opção cai como uma luva pra falar a respeito de Brasil. Primeiro vamos dar uma olhada no tal mapa simbólico, onde estarei usando o horário das 17:00:





Peixes mais do que qualquer outro signo reflete muito bem toda a exuberância e a riqueza da nossa natureza, nosso clima quente e o aspecto  acolhedor da nossa cultura, bem como o  aspecto alegre e festivo que funciona como um estandarte pra representar o povo Brasileiro. Peixes fala ainda da forte miscigenação, da sensualidade (Peixes é a exaltação de Vênus) e religiosidade do nosso povo (somos o maior país católico do mundo, o país com maior número de espíritas e o país com o maior número de evangélicos pentecostais). Sagitário no Meio do céu ratifica essa questão da importância da religião e reflete o impacto dos múltiplos povos imigrantes em nosso país (sagitário rege os estrangeiros). Talvez o fato de Júpiter, regente de Sagitário, estar em seu detrimento (em gêmeos) no mapa da independência do Brasil justifique as incongruências que observamos quanto a alguns assuntos jupterianos. O Brasil ainda é um dos países mais atrasados em termos de educação formal, e apesar de oficialmente ser um estado laico, a influência da religião e do moralismo subsequente no âmbito político tem sido percebido atualmente mais do que em qualquer outro momento.

O Sol do mapa da independência aparece no signo de Virgem e na casa 7. Isso fala muito a respeito da tendência do Brasileiro de sempre considerar o outro (casa 7) como melhor do que ele mesmo, de viver na base da comparação, num teor extremamente autocritico e exigente. O gramado alheio é sempre mais colorido na visão do Brasileiro. Isso fala também da forma como os visitantes são ‘entronizados’ em nosso país, e da natureza dos nossos negócios: no geral, vendemos tudo o que produzimos de melhor pra outros países e costumamos consumir o refugo das nossas próprias riquezas. Virgem é além de tudo isso o signo da burocracia, outra marca registrada do Brasil.  





A lua do país ainda aparece no signo de Gêmeos em conjunção com Júpiter. Fala a respeito da leveza do brasileiro (especialmente porque é a lua o planeta que melhor reflete o povo de um país), do seu bom humor, do seu gosto pela comunicação e fofoca, de sua superficialidade, da mutabilidade das opiniões, do “jeitinho brasileiro” de resolver as coisas e da tendência a corrupção que impera em todos os âmbitos, presente nas facetas mais sutis da nossa cultura. Júpiter em Gêmeos é o símbolo que personifica a ideia de corrupção, a mentira cínica e deslavada, dita com tanta veemência que até o próprio mentiroso crê que está dizendo uma verdade.

Marte em Escorpião é o regente da casa 2 deste mapa, que simboliza as riquezas, o ‘patrimônio’, os recursos naturais e humanos de nossa nação. Marte está colocado na região do zodíaco em que ele fica mais poderoso, o que reflete a vastidão dos nossos recursos. Escorpião é um signo de água e diz respeito também a muita fertilidade, e a assim são nossas terras, vastas e férteis. É interessante que a cidade de Manaus, coração da floresta amazônica tenha sido fundada em uma lua nova que acontecia em conjunção com o marte do mapa da independência brasileira. A Amazônia é somente um de nossos recursos, mas é sem dúvida o maior e mais rico dentre eles. Vemos a presença de Plutão no signo de Áries em conjunção com a cúspide da casa 2, dando a ideia  da presença de muitos “tesouros ocultos” por serem descobertos. Mas apesar disso, vemos Marte em uma casa cadente, indicando talvez um baixo aproveitamento de tais riquezas.

Outra data importante é a data da ‘descoberta’ do Brasil por Pedro Álvares Cabral, em 22 de abril do ano de 1500. De acordo com relatos, o horário seria por volta das 14:00. Calculando o mapa para aquele momento, é sem espanto que vemos a lua no signo de Peixes, em conjunção muito próxima ao ascendente do mapa da independência. Veja o mapa:





Por fim, existe também o mapa da Proclamação da República. Este evento foi na realidade um golpe de estado, sem um horário preciso, onde a monarquia foi derrubada e foi instaurada a república. O movimento foi encabeçado pelo Marechal Deodoro da Fonseca que assumiu o poder na sequência. Registros apontam o início do golpe como sendo durante a madrugada do dia 15 de novembro de 1889, com a república sendo proclamada oficialmente durante a tarde do mesmo dia. Vejamos um mapa com o horário para o meio da tarde do dia 15 de novembro:





Neste mapa o que chama a atenção é a quadratura exata entre Saturno e Netuno. Ambos os planetas estariam em tensão com o possível ascendente do mapa da independência, com Saturno em Oposição. Além disso, Plutão estava em conjunção com a conjunção Júpiter Saturno do mapa da independência. É interessante que durante o golpe militar de 1964, Saturno também tinha proeminência, formando conjunção com o Ascendente do Brasil.

Pretendo escrever artigos relacionados a outros países, fazendo o link entre o mapa ou os mapas simbólicos daqueles países com sua cultura. O próximo a ser discutido aqui vai ser Portugal.     
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Maria Santos on 23 de novembro de 2012 20:50 disse...

Me parece que o ASC em Aquário faz mais sentido, principalmente pelo Sol, então, na casa VIII e Saturno na IV casa, sendo regente da casa 12 em Capricórnio e refletindo bem o passado colonial e lado mais sombrio do país. O ASC em Aquário faz sentido se visto pelo lado mais desprendido, excêntrico e receptivo a outras culturas do povo brasileiro.

Anônimo disse...

Achei curioso ver Vênus na sexta casa. O Brasil era visto, por visitantes do período colonial e imperial, como o país onde havia mais laços de proximidade com os escravos negros.

Essa posição astrológica também me parece bem pertinente quando associada a postura ambígua de sedução e retraimento (apontada pelo crítico de arte Rodrigo Naves) que era necessária aos escravos de ganho do Rio de Janeiro na venda de frutas, doces, quitutes etc... Onde a desenvoltura pessoal tinha papel decisivo na soma adquirida ao fim do dia.

Isso sem falar que as bases da música, culinária, dança e literatura brasileira também tem parte de suas raízes muito bem ficadas aí.

AstroGuga on 31 de dezembro de 2015 17:34 disse...

Também considero aquário. Parabéns!

Ana on 7 de setembro de 2016 19:44 disse...

Olá!

Hoje é DIA DO BRASIL!!!!!!!!

PARABÉNS BRASIL!!!!!!!! INDEPENDÊNCIA DO BRASIL- 7 DE SETEMBRO!!!

PARABÉNS BRASIL, POVO BRASILEIRO, PÁTRIA AMADA!

ENTRE OUTRAS TERRAS MIL, ES TU BRASIL <3

BRASIL É VIRGEM!!!

BRASIL É VIRGINIANO!!!

7 DE SETEMBRO <3

5 DE SETEMBRO- DIA DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ

5 DE SETEMBRO- DIA DA FLORESTA AMAZÓNIA

7 DE SETEMBRO- DIA DO BRASIL (ANIVERSARIO DO BRASIL)

8 DE SETEMBRO- FESTA DA NATIVIDADE DE NOSSA SENHORA (ANIVERSARIO DE NOSSA SENHORA A VIRGEM MARIA)

VIRGEM- SIGNO AMADO, PERFEITO, DELICIOSO, RELIGIOSO, ESPIRITUOSO, AMO ESSE SIGNO!!!

Envio um beijinho para quem gosta do signo de virgem e para quem não gosta envio dois!!!

<3

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015