quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Astrologia e Almas Gêmeas



"Descubra sua alma gêmea"; "Veja qual o signo que é a sua cara-metade"; "Pelas letras do seu nome e pela sua data de nascimento, descubra sua alma gêmea"; "através do seu signo astrológico saiba tudo sobre sua alma gêmea";

Assim são as promessas encontradas em diversos sites internet a fora. E existem hordas de pessoas em busca da tal "alma gêmea". Vejo isso em muitos e-mails que recebo e até em consultas. Pessoas que querem que eu diga se o fulano com quem casaram ou com quem querem casar é realmente a sua outra metade da laranja.

Mas eu sinto muitíssimo em informar, de uma vez por todas: É impossível descobrir pela astrologia a sua alma gêmea. Quem diz fazer isso está mentindo e explorando os sonhos de milhares de pessoas que parecem se alimentar de ilusões.

Jamais haverá um relacionamento ideal, perfeito, a não ser que as duas partes se empenhem muito para construir isso. Não existe uma pessoa ideal, ou um signo ideal, uma vênus ideal, um mapa ideal para você. O que existe é a necessidade de se amadurecer em diversas esferas da vida, buscar um crescimento constante e construir relacionamentos de forma adulta e consciente. Não há uma magia capaz de fazer com que duas pessoas permaneçam juntas. Relacionamento é uma questão que engloba diversos fatores, casamento então: pense em duas galáxias se colidindo. Toda a sua realidade vai se fundir com a realidade de outra pessoa, formando uma só, o universo do casal. Não há fórmula mágica para manejar isso. Diferenças irreconciliáveis aparecerão, não tenha dúvida, e fará parte do relacionamento a busca em conjunto da solução para tais diferenças.

O casamento sem dúvida alguma tem que ter uma boa dose de Saturno, e essa dose precisa vir de ambas as partes. Ambos são obrigados a fazer concessões, a aceitar limitações e a não esperar muito um do outro, do contrário não há nem se quer uma amizade que resista, quanto mais casamento.  

Arrisco dizer que se as duas pessoas forem suficientemente maduras, o relacionamento tem meu alvará, nem olho o mapa de nenhum dos dois: O que conta mais pontos é maturidade, poucas expectativas, realismo. A Astrologia vai entrar como um complemento. Através da astrologia você será capaz de identificar as semelhanças e diferenças e trabalhar em cima do aperfeiçoamento do enlace. Não há aspecto mágico, kármico. Eu chego a ficar com o corpo repleto de coceiras e manchas roxas quando leio astrólogos falando que existe "carma" unindo duas pessoas. Não há carma, quer dizer, pode até ser que aja algum em alguma instância. Mas é IMPOSSÍVEL saber através da astrologia se um relacionamento é ou não "cármico", astrologia nenhuma trabalha nesses níveis, a não ser a inventada por alguns malucos.

As pessoas se unem porque querem, porque tem condições, porque são parecidas, simplesmente porque há a possibilidade do relacionamento, mas não porque existe uma predestinação. Não adianta ficar começando e terminando relacionamentos porque acha que a pessoa não é a ideal. Não haverá JAMAIS uma pessoa ideal pra você, você vai passar sua vida inteira pesquisando.

Viva cada um dos seus relacionamentos. Aprenda a construir relações, pare de acreditar em contos de fada, de procurar por uma princesa adormecida ou esperar por um príncipe encantado. Para algumas pessoas, se esse ideal acontece ele não dura eternamente: logo as duas pessoas caem na real e descobrem que casamento também é contrato, que há uma parte série, que é necessário um mínimo de sacrifício.  

A Astrologia pode ajudar você a mapear seu relacionamento, pode lhe ajudar a identificar as áreas que precisam de manejo: pra isso serve a consulta de sinastria. Com a astrologia horária podemos descobrir se há possibilidade de relacionamento e se dadas as circunstâncias as coisas se rompem ou se continuam, mas a astrologia horária jamais lhe informará se o fulano é ou não a sua "alma gêmea".

Fica aí a sugestão de reflexão para algumas pessoas.  

Entenda o que é SINASTRIA

Entenda o que é ASTROLOGIA HORÁRIA
Comentários
14 Comentários

14 comentários:

Christiane on 20 de janeiro de 2011 09:43 disse...

Pqp! Elias Excelente! Bj.

Mirian Aleixo Castro on 20 de janeiro de 2011 18:00 disse...

Concordo plenamente! E como sempre vc é direto e serio em suas postagens. Muito bem abordado esse assunto...

Anônimo disse...

Nao concordo com nada mas enfim talvez tenha razao mas almas gemeas existem e quando se encontram nem deus as consegue separar

Anônimo disse...

Não concordo com tudo que vc postou.
Claro que não acredito que a astrologia poderia definir a melhor pessoa para estar ao meu lado.Mas existe sim uma ligaçao, um elo indefinivel e como vc disse temporario. Aqui nada é eterno mas assim que conhecemos "a metade" sentimos que encontramos algo que não sabiamos que existia. Não estou apaixonada mas ja achei um pedaço me complementa (ha mais pedaços para completar o todo). Sera que conseguiremos algum dia nos completar? Isso so quando formos PERFEITOS.

Anônimo disse...

NAO CONCORDO ACREDITO NA FAMILIA CARMICA

Anônimo disse...

Há pouco tempo o globo repórter apresentou um programa que falou de astrologia. Um astrólogo afirmou que conseguia ver o signo da pessoa amada, e uma de suas clientes testemunhou ser verdade pela sua própria história. Outras pessoas dizem que conseguem ver em seu mapa os seus atuais parceiros, sinal de que o encontro com a pessoa já estava pré-destinado de alguma maneira...acho que o mapa pode dizer muito sim à respeito dos relacionamentos e quanto à ligações cármicas, no que seria baseada então a astrologia cármica senão unicamente no mapa da pessoa? respeito o seu ponto de vista, mas estas questões ficaram sem respostas.

NinaS disse...

Dou os meus parabéns, pela seriedade com que trata este assunto

silvia disse...

È a mais pura verdade,e quem não acha isso é porque adora ,ama ,ser enganado,e quando vem alguem como você e fala a verdade,desmorona o conto de fadas deles,o ser humano odeia a verdade por que ela dói!o ser humano precisa disso!!!

Anônimo disse...

Discordo completamente.
É claro que uma pessoa pode se sentir melhor convivendo com um parceiro que tenha prioridades que a primeira admira.
Por exemplo: Uma pessoa capricorniana planeja e a ariana é espontânea, impulsiva. Admiro pessoas precavidas, que dão importância à organização, que não querem ser pegas de surpresa. Áries a meu ver é individualista. Essa é uma característica forte das pessoas que têm muitos planetas importantes em áries, e muitas vezes a incompatibilidade é tão grande que não há manejo que resolva o problema. Fiquei doente convivendo com uma pessoa ariana antes de estudar astrologia, e a deixei doente também, porém, qdo entendi que a pessoa era simplesmente diferente de mim, e não era por culpa dela e nem minha que a gente não se dava bem, me afastei discretamente e passei a conviver com uma pessoa de virgem, que não me irrita, digamos assim. Aceito todas as influências planetárias, porém opto por conviver com pessoas cuja motivação se adéqua à minha. Um outro exemplo seria a maneira como cada signo gosta de receber e/ou dar afeto. Não me sentia amada pela pessoa ariana, porém sinto que a pessoa de virgem me ama a cada janta que ela deixa prontinha pra mim, qdo chego do trabalho.

Ana disse...

Concordo contigo, Elias. Parabéns pela sensatez! Acredito apenas que, em alguns casos, a afinidade é tanta entre o casal, que o relacionamento acaba dando certo a curto e a longo prazo também...e mesmo havendo inúmeras compatibilidades entre os mapas dos dois e poucos aspectos difíceis, não se pode afirmar que ambos sejam almas gêmeas...
Creio que mais importante seja o sentimento e a afinidade entre os dois, pois isso tornará o relacionamento prazeroso,agradável e, quem sabe, duradouro.

ana claudia disse...

ANA CLAUDIA
É bem verdade que para se construir um relacionamento feliz é necessário que ambos tenham atributos e qualidades emocionais para que dê certo, porém, isso é revelado no mapa de nascimento, assim como os aspectos cármicos, são revelados por saturno. Saturno de uma pessoa formando aspectos negativos com ascendente, sol, marte ou lua da outra pessoa, representa muitas dificuldades de convivência, com críticas sejam elas fundadas ou infundadas. Esse é o aspecto cármico: as dificuldades, os obstáculos, a frieza e severidade de comportamentos e julgamentos.

margareth disse...

Elias, adorei seu comentário - amadurecimento. As pessoas para se relacionarem precisam estar amadurecidas. Mas, me ajude - existe a lei na sincronidade - tenho que aprender com meu oposto, pois com meu igual não amadureço, descanso. Será que a alma gêmea não é o posto exato, que qdo se junta a você, se completa - yin/yan - branco/preto - equilíbrio? Como consigo um mapa oposto ao meu, sou uma astróloga curiosa rsrs. Minha profissão não é esta, mas sou uma virginiana com asc. em escorpião e lua em touro, curioooosa. meuemail margarethcancado@oi.com.br

Anônimo disse...

Elias tudo tem destino na vida de cada um não vale a pena abordar estes assuntos desta forma porque cada pessoa é um mundo e cada qual com a sua sensibilidade. Agora no ponto de vista de viver a vida sem nos preocuparmos com o amanhã concordo, porque quando se fala de relacionamentos fala-se de amor de protecção do bem de família é um assunto incómodo falar de almas gémeas mas elas existem até nos mais cépticos(que até desconheciam tal realidade) mas que na nova Era que está a chegar tudo mudará garanto-te que sim que ninguém permanecerá igual, uns porque morreram para completar o seu ciclo de vida e outros renasceram para concluir o que falta fazer.

Anônimo disse...

Adorei! Concordo em número e grau. Pois eu convivo há com 20 anos com um Taurino que, de acordo com o horóscopo, seria um relacionamento poco provável, pois, sou aquariana, e no entanto, fomos construindo e reconstruindo todos os dias o nosso relacionamento até os dias de hoje, e eu posso dizer que está cada vez melhor... e de gemeos não temos nada, ainda bem senão seria muito monótono rssss. abraços

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015