quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Vou brigar com o fulano?




A história dessa horária é a seguinte: Um amigo próximo havia recém entrado em um novo emprego e logo de cara começou a se desentender com o grupo de funcionários mais antigos, mas especificamente com um deles que o hostilizava muito fazendo brincadeiras estúpidas e dando ordens sem ocupar um cargo competente para tal. Então ele quis saber se viria a ter problemas causados pelo tal funcionário, já que ele gostaria muito de manter este trabalho. 

Essa horária foi feita no dia 2 de julho de 2009, às 14:10 em florianópolis-SC. Com a Lua em queda ascendendo eu logo de cara suspeitei um pouco do fato de esse amigo ser realmente “a vítima” da situação, logo imaginei que na verdade, mesmo sem saber ele estava dando motivos para que os outros o provocassem. O mapa estava radical, porque a pergunta é sobre um conflito e um signo totalmente bélico aparecendo no ascendente responde por isso. A pergunta foi feita ainda na hora de Marte, sendo o ascendente justamente um signo de Marte. Veja o mapa abaixo:




Meu amigo estava representado por Marte em Touro, em detrimento, na casa 7. A pessoa por quem ele pergunta é Vênus em Touro, lenta e angular também, cheia de dignidades. Isso mostra ambos na mesma posição, ocupando cargos semelhantes (cargos bons), mas meu amigo era um planeta sem dignidade e de fato era um funcionário novo; o outro um funcionário já de anos naquela empresa sendo representado por um planeta dignificado. A Lua apesar de sempre ser considerada como co-regente do querente, neste caso tem muita dignidade na casa 7, que representa o outro. Como Marte e Vênus não irão se aspectar, considerei então neste caso o outro como sendo a Lua em queda.

A Lua se aplicando a oposição com Marte, em casas angulares, ambos os planetas sem dignidades, mas com a Lua sendo recepcionada pelo próprio planeta a quem aplica a oposição, julguei que realmente as coisas estavam muito tensas e que tendiam inclusive a agressões físicas. Julguei que a tensão perduraria durante no mínimo 4 meses, e após a oposição diminuiria, e que sim, se a pergunta era sobre se ele teria problemas com o funcionário a resposta é de que ele teria muitos problemas. Ele mesmo me confessou que não estava facilitando muito as coisas para que o relacionamento com os veteranos fosse melhor, ele estava a muito tempo sem trabalhar e chegou no local meio que “sem espírito de grupo”, muito fechado, tímido e hipersensível em relação a brincadeiras, comentários e sugestões. Os outros funcionários sentindo esse comportamento arredio respondiam a ele exatamente como o meu amigo esperava que eles lhe respondessem, e esse amigo retrucava com mais tensão e  a situação insustentável se criou.

Resultado: De acordo com meu amigo a tensão mais forte durou 2 meses. Após isso o relacionamento dele com o grupo de modo geral melhorou bastante, mas até hoje ele e a pessoa por quem ele perguntou não se falam direito e a tensão entre eles ainda perdura. Segundo meu amigo, tudo melhorou quando uma funcionária nova chegou desviando as atenções do grupo para ela. Em momento algum eles chegaram a se agredir fisicamente, mas a vontade, segundo este meu amigo, foi bem grande porque o mesmo comportamento invasivo do outro ainda continuava, e os problemas pelos quais esse meu amigo perguntou realmente ocorreram, porque este antagonista dele costumava fazer reclamações ao superior de ambos a respeito do trabalho desempenhado pelo autor da pergunta.  

Se tiver interesse, eu respondo perguntas usando Astrologia horária, clique aqui.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015