terça-feira, 3 de novembro de 2009

Inferno Astral




Todos que lidam com a astrologia, sejam astrólogos profissionais, estudantes, pesquisadores ou mesmo curiosos algum dia já entraram em contato com este termo um tanto quanto ameaçador.  Afinal de contas, será que existe um período do ano marcado por acontecimentos nefastos, situações turbulentas, angustiantes ou deprimentes? Todos estão condenados a viver um “inferno” na época que precede cada novo aniversário? Sem dúvida alguma, é impossível dizer que sim, e tão pouco é possível dizer que não ao menos de forma muito enfática. Explico:

Ignoro completamente as origens deste termo, quem o inventou, onde ou como apareceu pela primeira vez, eu simplesmente não sei, pra dizer a verdade eu nunca entrei em contato com nenhum artigo sério que tratasse deste assunto. É uma terminologia muito mais recorrente onde se veicula uma astrologia mais popular, e quem estuda astrologia seriamente normalmente é orientado a ignorar este termo, combate-lo como se fosse um soldado do exército unido das astrólogas polianas. 

De que forma o Inferno astral poderia fazer algum sentido? Tenho algumas idéias a respeito. A principal está relacionada com uma técnica de progressão da revolução Solar ao longo do ano, apresentada por Liliana Ortiz em seu livro "Revolução solar - O renascer da consciência", com uma abordagem moderna mas não necessariamente imprecisa, ao menos no que diz respeito a forma de progredir o mapa da Revolução Solar que ela propõe, que eu pessoalmente acho muito interessante e que eu ja vi mencionada inclusive por astrólogos bastante respeitados no cenário brasileiro. No livro, em momento algum Liliana diz: Eu sou a inventora desta técnica, e tão pouco ela dá pistas de onde tirou essa idéia. fato é que ela funciona, por experiência própria,  e a 7 anos que eu a estudo ela nunca falhou.

Esta técnica me parece justificar a existência do Inferno Astral. Vou explica-la de forma mais simples, e quem tiver interesse em se aprofundar nisso pode procurar o livro da Liliana, disponível para venda em diversos sites. Basicamente, cada dia após o seu aniversário corresponde a 1 ° percorrido pelo Ascendente da Revolução Solar.

Se o seu Sol está em 12°34' de Escorpião, e no dia do aniversário o ascendente da revolução é 25°22' de Aquário, no dia seguinte o ascendente da revolução Solar terá progredido 1°. Eu pessoalmente, apenas por uma questão de busca por exatidão, uso a proporção : 1° percorrido pelo Sol = 1° percorrido pelo Ascendente. Como um ano tem 365 dias, usando a porporção 1 dia = 1 ° ela não vai fechar com os 360° do zodíaco, usando o movimento do Sol como base você encontra um valor exato, já que o Sol não tem uma velocidade contínua ao longo do ano.  Assim, tomando o exemplo do sol em Escorpião e do Ascendente em Aquário da revolução, quando por trânsito o sol chega em 12°34' de Aquário, o Ascendente da revolução Solar estará em 25°22' de Touro.

Pra saber por exemplo quais os períodos do ano serão mais importantes, considere o planeta que rege o Ascendente da Revolução, que neste caso é Saturno. Vamos supor que no mapa natal Saturno está 25°22' de Capricórnio, e no mapa da Revolução Saturno está em 25°22' de Virgem. Os dias onde O Ascendente passar em conjunção tanto com saturno Natal quanto com Saturno da revolução serão importantíssimo e os significados atribuídos a estes planetas marcarão o período, que pode ter uma duração de mais ou menos uma semana. A passagem do Ascendente pelos luminares e ângulos tanto do mapa natal quanto do mapa da revolução também são dignos de nota.

Pra encontrar as datas, vamos imaginar então o Ascendente em aquario, com o Saturno da revolução caindo na casa 8 e com saturno natal caindo na casa 12. Veja:



Na figura que vai vir abaixo, o Sol em trânsito nos graus apontados correspondem a conjunção com os pontos da figura acima. Por exemplo, quando o Sol passa por 12°34' Gêmeos, na primeira semana de Junho do ano posterior ao da revolução, isso equivale a passagem do Ascendente para o interior da casa 8 da revolução e em conjunção com saturno do mapa da revolução.




Podemos concluir daí que o nativo vive neste momento particular algumas situações de perda envolvendo talvez o seu cotidiano, trabalho, animais domésticos etc. Mais a frente, quando o sol em trânsito passa por 12°34' de Libra, o que ocorre na primeira semana de Outubro, isso equivale a passagem do ascendente da revolução pela parte final de Capricórnio, ingressando na casa 12 da revolução e formando conjunção com a posição natal de saturno. Aqui podemos imagina que o nativo vai vivenciar algum tipo de situação angustiante, vai ficar mais deprimido e recluso motivado por algum tipo de perda (o Saturno da revolução), talvez a mesma perda ocorrida meses antes mas que mostra algum tipo de consequência agora. Sem duvida seria um momento mais delicado.

Neste caso não teríamos dúvida que o nativo em questão viveria um "Inferno Astral", não somente nas vésperas do seu aniversário, mas também quando o Sol passa pela casa 8 da revolução. Fato é que em absolutamente todos os casos, a depender do tamanho da casa 12 da revolução solar daquele ano que as vezes é maior ou menor dependendo do signo que ascendente, a passagem do Ascendente progredido da revolução deflagra situações angustiantes, relacionadas a algum tipo de remorso, arrependimento ou frustração em consequência de um evento negativo do ano que passou ou de algo que poderia ter ficado melhor, realizado de forma mais plena, vivido com mais intensidade mas simplesmente não foi. É mais ou menos como reviver apenas no plano psicológico os mesmos problemas sem pode resolve-los ou as mesmas situações positivas sem poder melhora-las, vive-las da forma mais plena possível. A pessoa pode ficar mais reclusa, sua imunidade pode ter uma baixa ou ela se deprime, ou então ela vive um momento especialmente irritante e turbulento, na verdade vai variar de acordo com a o estado da casa 12 daquele ano. Planetas benéficas ou que representam coisas positivas naquele ano indicam que o período do Inferno Astral na verdade não terá nada de infernal, Se o o regente da revolução cair na casa 12, aquele na verdade será o momento mais importante do ano, onde os significados do mapa da revolução finalmente emergem após um ano inteiro de espera. Porém, como a casa 12 quase sempre tem um significado não muito positivo, assim tende a ser vivido, quase sempre, o momento quando o Ascendente da revolução passa pela 12.


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

António Rosa on 3 de novembro de 2009 09:15 disse...

Elias,

Excelente artigo. Não resisti e apesar de não ter a sua autorização prévia, publiquei-o no site da Escola de Astrologia Nova-Lis.

http://www.nova-lis.com

Muito agradecido.

Abraço

Elias Mendes on 4 de novembro de 2009 20:37 disse...

Obrigado Antônio, por ter feito o link no site nova liz.depois de ter postado o artigo no meu blog eu ainda lembrei de que um autor antigo, o Lilly, menciona uma técnica ainda mais antiga que ele que justifica o inferno astral, são as profecções anuais do ascendente, onde cada mês equivale a 1 signo contando a partir do ascendente no dia do aniversário. um abraço!

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015