sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Os Antiscions e contra-antiscions



Antiscions, antiscias, antiscio – a grafia é encontrada de diferentes formas na literatura; São uma forma de “aspecto” (e aqui é importante atentar para as aspas) que não se dá exatamente pelos mesmos ângulos, ainda que em alguns casos isso ocorra. Um aspecto normal, por exemplo, uma quadratura, se dá da seguinte maneira: planeta x no grau y, e o planeta z no mesmo grau y, com as orbes de influência correspondentes. Pra ilustrar isso, vamos imaginar a lua em 12° de Aquário e Saturno em 12° Leão: eles formam, nessas condições, um aspecto chamado oposição que é exato quando ambos estão exatamente nos mesmos graus, mas em signos opostos. O aspecto já é considerado como ocorrendo quando o planeta mais rápido começa a se aplicar ao planeta mais lento, no caso a lua, e o aspecto continua a ocorrer inclusive após o grau exato, quando o planeta rápido se afasta do lento, existindo aí um limite que demarca o início da aplicação e o término da separação que varia muito de autor pra autor (as chamadas ‘orbes’).

No caso dos Antiscions e contra-antiscions o aspecto pode ocorrer até mesmo em signos que não tem entre si aspectos ptolomáicos (sextil, quadratura, trígono, oposição e conjunção) e não são pautados na exatidão dos graus, mas na equivalência entre os signos onde o aspecto ocorre, que se dá por diferentes motivos no antiscion e no contra-antiscion.

Trata-se muito mais de uma relação de equivalência. A melhor forma de conceituar o antiscion é dizer que eles são como projeções (assim como sombras ou reflexos) de um dado ponto no zodíaco que tem como base um dado ângulo do zodíaco. A equivalência no caso do Antiscion se dá no eixo Câncer e Capricórnio, e no caso do Contra-Antiscion a base é o eixo Áries e Libra.

Antiscion

Ocorre entre signos que ascendem exatamente no mesmo ponto do horizonte leste numa região específica. O sol por ser o único astro a transitar exatamente onde os signos virtualmente se posicionam na eclítica, pode ser usado como um exemplo bem ilustrativo.

Passe a observar no local onde você mora em que pontos do horizonte o sol nasce ao longo dos diferentes dias do ano. Vamos usar o exemplo de uma pessoa que vive no hemisfério sul: após um ano você vai observar que, no solstício de inverno o sol ascende num determinado ponto do horizonte leste que fica mais ao norte, e que ao longo do inverno o sol passa a nascer, lentamente, em pontos localizados mais ao sul, atingindo uma posição “central” para aquela região no dia do equinócio de primavera. Ao longo da primavera você percebe que o sol se desloca cada vez mais para o sul, até o dia do solstício de verão, quando o sol atinge uma posição máxima no sul. Ao longo do verão você percebe o sol partindo do ponto de sul máximo e se dirigindo lentamente para o norte. No dia do equinócio de outono, o sol vai nascer exatamente onde ele nasceu no dia do equinócio de primavera, ainda que em signos opostos! A figura ilustra o processo. Repare nas fotos que o número 2 representa uma mesma construção. veja os diferentes locais onde o sol nasce em diferentes meses:



Dessa forma, outro fato observável é que em dias onde o sol passa por graus que são antiscion, a duração dos dias e das noites é a mesma!

Essa relação do antíscion com a eclíptica levou a algumas confusões, como por exemplo, a mistura do conceito de eclipse e o conceito de paralelos e contra-paralelos por declinação. Só há equivalência entre essas técnicas quando pensamos exclusivamente no sol, porque o Sol não tem latitude (está sempre na eclíptica). Todos os outros planetas variam em latitude , e isso leva a uma variação ainda maior quando pensamos nas declinações. O Antiscion portanto não leva em conta essas variações angulares porque se trata de algo inerente ao zodíaco e que não é "produzido" pelo movimento dos planetas.

Mas voltando ao exemplo solar, então ao longo de um ano, o sol nasce duas vezes num mesmo ponto sempre. Os graus onde o sol ascende exatamente num mesmo ponto formam, portanto, o chamado ‘antiscion’. O sol em 22° Libra ascende no mesmo ponto que o sol em 7° Peixes, o sol em 12° Sagitário ascendente no mesmo ponto que o sol em 17° Capricórnio e nestes casos, quando a duração dos dias é equivalente.

Os signos que estão em Antiscion são os seguintes:

Gêmeos – Câncer

Touro – Leão

Áries – Virgem

Libra – Peixes

Escorpião – Aquário

Sagitário – Capricórnio



Em relação aos graus é simples: se um planeta está no grau zero, seu antiscion está no grau 29. veja a tabela:

0 - 29
1 - 28
2 - 27
3 - 26
4 - 25
5 - 24
6 - 23
7 - 22
8 - 21
9 - 20
10 - 19
11 – 18
12 – 17
13 – 16
14 – 15

Para os minutos é a mesma lógica, se o planeta esta em 1° 00’ de Áries, Seu antíscion será em 28°59’ de Virgem. Você mesmo pode fazer uma tabela seguindo esta lógica, fica desnecessário coloca-la aqui.

O Antiscion é considerado algo benéfico, porque os planetas estão em signos de “mesma virtude” de acordo com Lilly, havendo o que podemos chamar de complementação entre eles. É interessante notar que nos antíscions, o que existe de comum entre eles é que somente signos de fogo tem antiscions em signos de terra, e somente signos de ar tem antiscion em signos de água. O que há em comum entre fogo e terra é a secura, manifesta no fogo de forma positiva, e na terra de forma negativa. E o que há em comum entre o ar e a água é a umidade, manifesta no ar de forma positiva e na água de forma negativa. Antiscions também só ocorrem entre signos cardinais e mutáveis, onde existe a relação de comando/subserviência (o mutável é disperso, mas é repleto em conteúdo e potencial; o cardeal é pobre em conteúdo mas ele direciona, inicia, da utilidade para a substância dispersa no mutável) que no caso será mutuamente benéfica quando os signos são antiscions; e de signo fixo pra signo fixo, já que os fixos são como manifestações sólidas de cada elemento.

Contra-Antiscion

Ocorre entre graus que tem a mesma velocidade de ascensão em uma mesma latitude geográfica. Para saber que graus são esses, você tem duas opções: consultar uma tábua de casas e ficar vendo quanto tempo cada grau leva pra ascender, ou, pegar um determinado grau e verificar o seu Antiscion : O contra-antiscion será o signo oposto ao do antiscion.

Os signos que estão em contra-antiscion são:

Áries – Peixes

Touro – Aquário

Gêmeos – Capricórnio

Câncer – Sagitário

Leão – Escorpião

Virgem – Libra



Para saber os graus e minutos exatos, a lógica é exatamente a mesma dos antiscions.

Neste caso a relação é desarmônica, os signos em contra-antiscion tem naturezas profundamente divergentes. Isso ocorre porque os contra-antiscion são sempre entre signos de fogo e água, ou terra e ar, elementos que estruturalmente não tem nada em comum. O fogo é quente e seco, a água é fria e úmida, não há nada em comum. O mesmo com a terra que é fria e seca, e o ar que é quente e úmido: mais uma vez, nada em comum.

Aplicações

Lilly entende os antiscions e contra-antiscions como aspectos, mas até onde pude ler de sua obra não o vi fazer menção sobre a existência de orbes. O fato é que de acordo com o que Guy Tailade escreveu num fórum da internet acerca dos antiscions: “Se não houver nenhum planeta no ponto do antíscio, não passará do caso do regente de uma casa estando noutra, mas pode haver um planeta aspectando o antíscio. Se for por sextil ou trígono, será favorável. Se for quadratura não. E se for oposição será contrantíscio ou seja equivalente de oposição.“ Ou seja, mesmo que o ponto antiscion esteja vazio, outros planetas que lançam aspectos ao antiscion funcionam como se estivessem aspectando o próprio planeta, e creio que neste caso as orbes a se considerar devem ser bem estreitas, talvez não mais que 1 grau.

Ronald Davison, um autor moderno de astrologia escreveu um livro sobre sinastrias onde ele deposita uma grande importância na ocorrência de Antiscions entre mapas de casais. Para ele o Antiscion é o aspecto da complementação.

Para entender as origens tradicionais do uso de Antiscions e contra-antiscions por autores anteriores a Lilly, sugiro a leitura do artigo da astróloga Débora Holding, traduzido por Paulo Silva no seguiente endereço: Os Fundamentos Clássicos da Antiscia & Contra-antiscia
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Adelaide Figueiredo on 21 de agosto de 2009 17:06 disse...

Muito interessante! Grata

Carla on 6 de fevereiro de 2011 00:37 disse...

Na verdade, Frawley cita Lilly dizendo que na avaliação de um mapa horário, se houver conjunção entre o antiscion do querente e o quesito, o assunto será levado a perfeição, sem sombra de dúvida, o julgamento deve ser positivo.
Parabens pelo seu site
Obrigada
Carla

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015