sábado, 18 de abril de 2009

Sol em Áries com Ascendente em Peixes




Há um conflito básico entre os signos de Peixes e Áries. Eles formam uma relação de contra-antiscion. Sua imagem pacífica, meio desligada ou desconectada do mundo real contrasta fortemente com uma vontade interior de ser forte e eficiente simbolizada pelo Sol exaltado em Áries. Entretanto  vai sempre predominar a imagem pisciana de candura e passividade, o que pode levar você a se sentir frustrado internamente em alguns momentos.  


No final das contas sua personalidade é doce, carismática, e você se mostra como uma pessoa simples, humilde e até um tanto ingênua, que se porta no mundo de forma despretensiosa e que é muito generosa, e de fato realmente gosta de ajudar o próximo porque essa natureza é compartilhada tanto por Peixes(um lado caridoso) quanto Áries (um lado que quer ser heroico). Na verdade é interessante que você preste mais atenção no sentimento de pena quando ele surgir porque nem sempre ele é saudável, podendo ser inclusive prejudicial para a pessoa que lhe desperta tal impressão. Tente verificar de que forma este sentimento não é uma manifestação de uma necessidade sua de ser cuidado e protegido que o leva a se aproximar justamente de pessoas que (às vezes apenas aparentemente) precisam de ajuda.


Sua imagem um tanto desligada pode levar as pessoas a tentar ludibria-lo com freqüência, mas normalmente quem tenta isso com você quebra a cara, porque oculto, logo abaixo do Ascendente está o sol em Áries, que simboliza uma pessoa ativa, antenada e cheia de iniciativa e energia agressiva. Em verdade, o que ocorre é uma contradição, porque você permite que sua imagem soe de uma forma mais frágil, ‘fraca’, ausente, quando na verdade é uma pessoa com plena capacidade de assumir posturas resolutas e enérgicas, de agir com vivacidade e agressividade: É como se você estivesse escondendo do mundo àquilo que existe de melhor em você mesmo, o que é muito típico de quem tem o sol no segundo signo em relação ao ascendente.


o fundo você não tem interesse nenhum em provar para as pessoas que você é mais forte, prefere resguardar-se e cultivar de forma incógnita suas próprias qualidades. E de maneira discreta, guardando as energias e agindo de maneira enérgica ou incisiva somente quando estritamente necessário você tem sempre a vantagem de levar seus possíveis adversários a subestima-los, podendo assim surpreende-los . Como as pessoas nunca esperam muito de você, porque você nunca da a impressão de que vai realizar muito, também termina frequentemente surpreendendo as pessoas ao usar um mínimo de força adicional no que estiver fazendo.




Bento XVI






Papa Bento XVI (em latim Benedictus PP. XVI, em italiano Benedetto XVI), nascido Joseph Alois Ratzinger, (Marktl am Inn, Baviera, 16 de abril de 1927 às 4:15 AM) é o Papa desde o dia 19 de Abril de 2005. Foi eleito como o 266º Papa com a idade de 78 anos e três dias, sendo o actual Sumo Pontífice da Igreja Católica. Foi eleito para suceder ao Papa João Paulo II no conclave de 2005 que terminou no dia 19 de Abril.Domina pelo menos seis idiomas (alemão, italiano, francês, latim, inglês e castelhano), ademais lê o grego antigo e o hebraico. É membro de várias academias científicas da Europa como a francesa Académie des sciences morales et politiques e recebeu oito doutorados honoríficos de diferentes universidades, entre elas da Universidade de Navarra, é também cidadão honorário das comunidades de Pentling (1987), Marktl (1997), Traunstein (2006) e Ratisbona (2006).
É pianista e tem preferências por Mozart e Bach. É o sexto e talvez o sétimo (segundo a procedência de Estêvão VIII, de quem não se sabe se nasceu em Roma ou na Alemanha) papa alemão desde Vítor II e, nos seus 80 anos, tem a idade máxima para ser cardeal eleitor. Em abril de 2005 foi incluído pela revista Time como sendo uma das 100 pessoas mais influentes do mundo.O último papa com este nome foi Bento XV, que esteve no cargo de 1914 a 1922, foi o Papa durante a Primeira Guerra Mundial. Ratzinger é o primeiro Decano do Colégio Cardinalício eleito Papa desde Paulo IV em 1555 e o primeiro cardeal-bispo eleito Papa desde Pio VIII em 1829.




Thomas Hobbes






Thomas Hobbes (Westport (Malmesbury), 5 de abril de 1588 às 5:00 AM – Hardwick Hall, 4 de dezembro de 1679) foi um matemático, teórico político, e filósofo inglês, autor de Leviatã (1651) e Do cidadão (1651).Na obra Leviatã, explanou os seus pontos de vista sobre a natureza humana e sobre a necessidade de governos e sociedades. No estado natural, enquanto que alguns homens possam ser mais fortes ou mais inteligentes do que outros, nenhum se ergue tão acima dos demais por forma a estar além do medo de que outro homem lhe possa fazer mal. Por isso, cada um de nós tem direito a tudo, e uma vez que todas as coisas são escassas, existe uma constante guerra de todos contra todos (Bellum omnia omnes). No entanto, os homens têm um desejo, que é também em interesse próprio, de acabar com a guerra, e por isso formam sociedades entrando num contrato social.

De acordo com Hobbes, tal sociedade necessita de uma autoridade à qual todos os membros devem render o suficiente da sua liberdade natural, por forma a que a autoridade possa assegurar a paz interna e a defesa comum. Este soberano, quer seja um monarca ou uma assembléia (que pode até mesmo ser composta de todos, caso em que seria uma democracia), deveria ser o Leviatã, uma autoridade inquestionável. A teoria política do Leviatã mantém no essencial as idéias de suas duas obras anteriores, Os elementos da lei e Do cidadão (em que tratou a questão das relações entre Igreja e Estado).Thomas Hobbes defendia a ideia segundo a qual os homens só podem viver em paz se concordarem em submeter-se a um poder absoluto e centralizado. Para ele, a Igreja cristã e o Estado cristão formavam um mesmo corpo, encabeçado pelo monarca, que teria o direito de interpretar as Escrituras, decidir questões religiosas e presidir o culto. Neste sentido, critica a livre-interpretação da Bíblia na Reforma Protestante por, de certa forma, enfraquecer o monarca.


Sua filosofia política foi analisada pelo estudioso Richard Tuck como uma resposta para os problemas que o método cartesiano introduziu para a filosofia moral. Hobbes argumenta, assim como os céticos e como René Descartes, que não podemos conhecer nada sobre o mundo exterior a partir das impressões sensoriais que temos dele. Esta filosofia é vista como uma tentativa para embasar uma teoria coerente de uma formação social puramente no fato das impressões por si, a partir da tese de que as impressões sensoriais são suficientes para o homem agir em sentido de preservar sua própria vida, e construir toda sua filosofia política a partir desse imperativo.Tuck dá peso considerável à segunda parte do Leviatã, que lida com espinhosas questões de religião, e especificamente da autoridade em assuntos da fé. Interpretando o livro de Hobbes no contexto da Guerra Civil Inglesa e período subsequente, Tuck argumenta que o Leviatã destinava-se a permitir ao monarca exercer autoridade sobre assuntos de fé e doutrina, e que isso marca o apoio de Hobbes à política religiosa da república inglesa do pós-guerra.Hobbes ainda escreveu muitos outros livros falando sobre filosofia política e outros assuntos, oferecendo uma descrição da natureza humana como cooperação em interesse próprio. Ele foi contemporâneo de Descartes e escreveu uma das respostas para a obra Meditações sobre filosofia primeira, deste último.




Comentários
7 Comentários

7 comentários:

Anônimo disse...

massa!!!

Anônimo disse...

Renato Russo era ariano com ascendente em peixes, não?

Anônimo disse...

Esqueceram do Renato Russo!

Dielly on 31 de dezembro de 2015 17:17 disse...

Adorei, eu sou desse jeito mesmo.
Tinha dúvidas se meu ascendente era em áries ou peixes, oumas sempre lia ascendente em áries ,não combinava comigo ou como sentia ou como pessoas olham para mim. Então pesquisando muito percebi que meu ascendente é peixes.
Obrigada por responder mais uma dúvida minha. Agora esta ficando mais claro.

Darlan Oliveira on 15 de agosto de 2016 15:03 disse...

Sou assim,mesmo.Aparento suavidade e candura.Algumas pessoas tentam se aproveitar,quebram a cara e ficam p...da vida.De vez enquando estas coisas acontecem,mas,sei me defender.Sou desconfiado e tenho intuição forte.

Jaya Produtor on 28 de outubro de 2016 01:49 disse...

Adorei!Me identifiquei muito com a análises do astrólogo Elias Mendes.Parabens!

Jaya Produtor on 28 de outubro de 2016 01:49 disse...

Adorei!Me identifiquei muito com a análises do astrólogo Elias Mendes.Parabens!

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015