segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Como Calcular o Mapa Astral ? II





Continuando com nossa empreitada, portanto, agora que já aprendemos a tecer o esqueleto do nosso mapa, determinando o posicionamento de todas as cúspides, vamos aprender a descobrir o posicionamento dos planetas, o que na verdade é muito simples. Basta um certo conhecimento em aritmética básica, e saber calcular em graus. Tudo o que você vai precisar é de efemérides para o ano de nascimento da pessoa. Caso você tenha caído neste post por acaso, saiba que ele é continuação deste outro --> como calcular mapa astral?

Existem diferentes tipos de efemérides, mas a imensa maioria delas calcula o posicionamento dos astros para zero hora de Greenwich (a efeméride cujo link eu postei é calculada nessas condições). Sendo assim, precisamos determinar que horas eram em Greenwich no momento em que a pessoa nasceu, pra consultar tais efemérides.

O nome dado aos fusos horários ajuda bastante no cálculo. Por exemplo, no fuso horário conhecido como +8 encontramos a cidade de Xangai, na China. Se em Xangai são 19:00, como o fuso da região é o +8, significa que ali é 8 horas a mais do que em Greenwich. É isso mesmo, o nome desses fusos é todo baseado no meridiano de Greenwich, que por acaso é o meridiano zero. Assim, se em Xangai são 19:00 , em Greenwich serão 11:00, já que em Xangai é sempre 8 horas mais tarde do que em Greenwich.

Regina nasceu na cidade de Franca, interior de São Paulo, as 5:45AM, no fuso horário conhecido como -3. Isso significa que em franca sempre será 3 horas mais cedo do que em Greenwich, exceto quando ocorre horário de verão. Assim, quando Regina nasceu, la em Greenwich já eram 8:45AM.

Antes de partirmos para a próxima etapa é interessante passar algumas noções de cálculos envolvendo ângulos, pra quem não lembra ou não sabe mais como fazer, acesse este link contendo algumas dicas.


Pra descobrir onde estavam os planetas no momento do seu nascimento com um mínimo de precisão você vai fazer o seguinte, vai anotar as posições de todos os planetas para o dia em que a pessoa nasceu e para o dia posterior. No caso da Regina Duarte, vamos anotar as linhas sublinhadas:



RETROGRADAÇÃO

Para saber se o planeta estava em movimento retrógrado, sempre no topo da efeméride, ao lado do posicionamento do primeiro dia, caso apareça um “R” significa que o planeta estava em retrogradação, isto é, andando para trás. Nos dias seguintes dentro do mês específico este R não irá aparecer mais, pois fica implícito que o planeta ainda está retrógrado. Quando acontece de no meio de um mês um planeta deixar de ficar retrógrado, aparece um “D” indicando a mudança de direção. Após este D o planeta ficará direto. Caso no início do mês o planeta já esteja direto, não haverá nenhum símbolo indicando isso, está implícito que o planeta em questão está direto. Caso ocorre de no meio de um mês onde um determinado planeta iniciou em movimento direto, o planeta ficar retrógrado, um R será colocado ao lado do posicionamento em graus do planeta naquele dia, indicando o início da retrogradação. Pra que isso fique bem claro, aconselho que você pegue efemérides para vários anos e explore, verificando como é grafado este processo da retrogradação, e também se familiarizando com o padrão de movimento de todos os planetas.

Vamos determinar passo a passo onde estava cada um dos planetas. Começando pela lua, o astro mais veloz.

LUA

No dia 05/02 as zero hora em Greenwich a lua estava em 06°Leão12’, e no dia 06/02 estava em 21°Leão02’. Temos que determinar qual a distância total em graus percorrida pela lua naquele dia, bastando que se faça a diferença entre os 2 posicionamentos. Tal diferença é igual a 14°50’. Depois disso vamos descobrir quanto a lua caminhou por hora:

Para isso é necessário transformar 14°50’ em minutos. Se 1° = 60’, 14° = 14 x 60 = 840 +50 = 890. Depois, dividir este valor por 24 : 890/24 = 37,08 (arredondamos para 37’, o que vai dar uma diferença mínima no final quando compararmos o cálculo feito por um programa, mas esse arredondamento torna nossa vida mais simples).

Até as 8:00 de Greenwich a lua havia andado 296’ (8 x 37). Para descobrir quanto a lua andou em 45 minutos, vamos descobrir quanto a lua andou a cada 15 minutos, simplesmente dividindo 37 por 4 (1 hora é igual a 4 x 15 minutos). O resultado é 9,2 . Multiplicando esse resultado por 3 (3 x 15 minutos = 45’) chegamos a 27,6 ou simplesmente 27 e somamos isso ao 296’ correspondente as 8 horas. Chegamos a 323’, o valor total em minutos que a lua andou ao longo do dia. Para descobrir quanto isso equivale em graus, é só dividir 323 por 60. O resto da divisão vai equivaler ao valor em minutos:

323 / 60 = 5, com resto igual a 23’, portanto da meia-noite até as 8:45 a lua havia andado 5°23’. Some isto à posição inicial da lua, que é 6°12’ de Leão, o resultado é 11°35’ de Leão.

O solar fire aponta lua em 11°38’ de Leão, 3’ a mais do que o resultado que encontramos, mas isso vem dos arredondamentos feitos ao longo do cálculo. Se quiser você pode simplificar o cálculo ignorando os minutos e trabalhando somente com graus inteiros, mesmo agindo assim é possível chegar a um valor aproximado. Tudo vai depender da sua necessidade de exatidão, se você almeja precisão absoluta, pode fazer os cálculos não arredondando nada.



SOL

Mesmo esquema, vamos determinar a posição do sol a meia noite do dia 5 e a meia noite do dia 6. dia 5 o sol estava em 15°20’Aquário, dia 6 estava em 16°21’. A diferença é de 1°01’, o que equivale a 61 minutos. 61/24 = 2,54. Neste caso vamos arredondar o 8:45 para 9:00, então simplesmente multiplicamos 2,54 x 9 = 22,87 = 23’ (arredondando) . Somando o valor encontrado com a posição inicial chegamos a posição do sol da Regina: 15°20’ + 23’ = 15°43’de Aquário.

MERCÚRIO

No dia 5/2 mercúrio estava em 24°33’ de Aquário, no dia seguinte estava em 26°20’ de Aquário. A diferença entre ambos é de 1°47’, que equivale a 107’. 107 dividido por 24 horas equivale a 4,45, que multiplicado por 9 equivale a 40,1 (arredondamos para 40’) e somamos a posição inicial de mercúrio. 24°33’ + 40 = 25°13’ de Aquário.

VÊNUS

No dia 5/2 Vênus estava em 28°41’ de sagitário e no dia seguinte estava em 29°45’ do mesmo signo. A diferença equivale a 1°04’, ou 64’. 64 dividido por 24 equivale a 2,66, que multiplicado por 9 é igual a 24’. Somando a posição inicial, encontramos que a vênus de Regina Duarte está em 29°05’Sagitário.

MARTE

No dia 5/2 Marte estava e 8°13’ de Aquário, e no dia seguinte estava e 9°00’ do mesmo signo. A diferença entre essas duas posições equivale a 47’. Este valor dividido por 24 horas equivale a 2’ por hora. Então 2 x 9 = 18’, somado com a posição inicial equivale a 8°31’Aquário a posição do marte natal de Regina Duarte.

JÚPITER

No dia 5/2 Júpiter estava em 25°27’ de escorpião e no dia seguinte estava em 25°34’ do mesmo signo. Uma variação ao longo de dia de 7’ apenas, fica fácil descobrir a posição de júpiter, nem precisa de muita conta. Neste caso júpiter anda 1 minuto a cada aproximadamente 3 horas, então Júpiter andou cerca de 3’. Assim, Júpiter natal de Regina está em 25°30’ de Escorpião.

SATURNO

No dia 5/2 Saturno estava em movimento retrógrado, em 4°39’R de Leão. No dia seguinte, ainda retrógrado, este planeta havia regredido para 4°34’R de Leão. Uma variação de 5’ apenas, o que equivale a uma velocidade de aproximadamente 1’ minuto por 4 horas. Assim, saturno regrediu cerca de 2’ apenas entre a meia noite e o momento do nascimento de Regina. O Saturno dela está em 4°37’R de Leão.

TRANSATURNINOS

Estes astros no dia do nascimento de Regina moveram-se, todos eles, apenas 1’ durante todo o dia, todos em movimento retrógrado. Basta anotar o posicionamento destes planetas para o dia 5/2 sem necessidade de cálculos.

Concluindo o cálculo do mapa de Regina Duarte, eis a lista dos posicionamentos anotados:

SOL: 15°43’de Aquário
LUA: 11°35’ de Leão
MERCÚRIO: 25°13’ de Aquário
VÊNUS: 29°05’Sagitário
MARTE: 8°31’Aquário
JÚPITER: 25°30’ de Escorpião
SATURNO: 4°37’R de Leão
URANO: 17°55’R de Gêmeos
NETUNO: 10°39’R de Libra
PLUTÃO: 12°07’R de Leão


Bom, eu não sei se ficou claro pra todo mundo como se faz. Eu mesmo tenho minhas próprias limitações na hora de transmitir idéias, e nem sempre a maneira como a gente se expressa fica clara pra todo mundo. Quem tiver dúvidas deixe nos comentários, terei o maior prazer em responder.

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

cova-do-urso on 3 de fevereiro de 2009 05:49 disse...

Bom dia Elias,

Gostei muito destes artigos, além de estarem com um início muito divertido.

Acabei de colocar no site da Escola de Astrologia Nova-Lis (http://www.nova-lis.com/) o seu excelente artigo «Progressões terciárias».

Abraço

António Rosa

Anônimo disse...

perdoe a ignorância ...mas na efeméride que você passou não aparecem os nomes dos planetas, apenas alguns símbolos ...teria como traduzir? em relação ao ascendente foi bem mais tranqüilo pois os nomes aparecem abreviados, mas nos planetas , pra mim ao menos que não sei todos (apenas lua, vênus e marte eu consigo reconhecer pq são bem evidentes) os símbolos dos signos eu sei reconhecer . obrigada, desculpe se estou sendo taurina (risos)

Érica Amância.

Anônimo disse...

Eh, acho que faltou um pouco de didática na parte da matemática, se esforçando um pouquinho da pra entender oque você quer trasmitir. Nesses mapas o que significa trigono ? quadratura , conjunção , nodo sul e nodo norte ?
Desde já agradeço .

Anônimo disse...

Muito boa explicação.
Sou astrólogo mas aprendi a fazer mapas usando o programa pegasus.
Interpreto sem problemas mas queria aprendeder a calcular.
OPesquisei no google e encontrei um site que explicava meio mal.
A sua explicação é excelente.
Muito obrigado

Julio Fondora

Mariana Pacheco on 15 de dezembro de 2011 09:05 disse...

Em primeiro lugar gostaria de agradecer pelo esforço de explicar, e parabenizar: vc explica muito bem! Adorei as dicas dos sites pra se fazer o mapa, as tabelas estavam me complicando a vida...rsrs. Obrigada!

REAL ASTROLOGIA on 21 de maio de 2012 23:19 disse...

Real Astrologia:

Em lugar de fazer esses cálculos todos depois que você subtrair o passo do planeta em 24 horas. O resultado se faz um regra de três Por exemplo: O horario GMT é de 15 horas faze-se a seguinte regra: Se em 24 horas o passo do planeta foi XXXX, então em 15 horas sera XXXX. Achando o resultado soma-se com a posição do planeta no dia do aniversário e se encontra a sua posição natal.

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015