segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Sol em Sagitário









Neste signo de fogo o Sol encontra-se em triplicidade, já que o elemento natural do Sol é o próprio fogo. O foco da pessoa está no ideal, no sonho, nas aspirações: Ou seja, está em algo que é adequado, é interessante para a própria pessoa que, se ela tem algum sonho, que trabalhe de modo a concretizar tal sonho e a intenção sagitariana será a de sempre perseguir a meta. Neste sentido, em Sagitário o Sol está no único signo mutável onde o foco, o “centro” não está difuso, apesar de que, nem sempre esta meta aspirada por sagitário é exatamente realizável.

O que ocorre em Sagitário é a dificuldade de se lidar com a vitória ou com uma eventual queda: Assim que atinge um objetivo, a tendência do Sol em sagitário é que se abandone tudo e logo se parta em direção a outra empreitada. No caso de um tropeço no meio do caminho, a tendência sagitariana é a de desistir e partir pra outra meta. Falta estabilidade e maturidade para manter a conquista ou lidar com os obstáculos, mas sobra energia e disposição para recomeçar sempre, o que se revelará tanto como uma coisa positiva quanto uma coisa negativa em diferentes momentos. A questão é que é difícil saber o quanto se vale a pena insistir em um caminho que se mostra dificultoso desde o início, ou o quanto vale a pena o esforço em manter uma conquista sabendo que pode haver coisas melhores mundo a fora.

Uma das principais marcas do sol em Sagitário é a sorte, a constituição física que geralmente é exuberante e saudável e a boa saúde, coisa que é comum ao Sol em todos os signos de fogo. Os nascidos no hemisfério norte (outono) são mais ambiciosos, cautelosos e realistas. Os nascidos no hemisfério sul (primavera) são mais otimistas, alegres, sensuais e sociáveis. Os que têm júpiter em signos de fogo têm muito otimismo, muita fé e muita energia, pique e vigor. São os que têm mais sorte, mas são os mais presunçosos e arrogantes. Os posicionamentos ideais são quando as pessoas nascem com Júpiter em Leão ou Júpiter em Sagitário, essas posições ampliam a fé e a autoconfiança. Júpiter em signos de Ar torna as pessoas extremamente inteligentes, divertidas e sociáveis, mas podem ter pouca constância e a fé é diminuída. Os que têm Júpiter em signos de terra são mais lentos e pessimistas, mas a sua natural cautela os ajuda a cometer menos erros. Júpiter em virgem pode ser um posicionamento crítico indicando extremos de arrogância e falta de autoconfiança. Júpiter em Capricórnio gera um pessimismo tão intenso que funciona quase como que uma “fé ao contrário”. Júpiter nos signos de água indica muita fé, muita generosidade e sorte, mas a pessoa é mais vacilante.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Vinicius - E mais dois nomes. on 6 de março de 2010 02:54 disse...

Perfeito!

Tenho Jupiter em Leão e Sol nessa buchada cavalesca, e sou uma comédia, tenho tudo que esta escrito aí, e os dois ainda se trigonam. Além de serem regentes das casas em que o outro se situa. Sou meio arrogante, as vezes, mas normalmente o bom humor e a socialização (até quando não quero) tomam conta de mim e viro o centro da festa. Sou engraçado até quando não quero. Grande ponto de defeito, pois é ruim pra alguém que sempre faz os outros rir, falar sobre seus sentimentos. As pessoas acham que você esta falando besteira. Ou pensam que você não tem sentimentos. Por, muitas vezes, por ter jupiter em fogo (leão no meu caso) dramatizar um demais, as coisas.

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015