segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Sedna pelos signos e uma associação com os diferentes períodos históricos





À medida que os anos passam observamos mudanças drásticas em termos de cultura, costumes, vestuário, pensamento e arte. Quanto maior o espaço de tempo a que nos propusermos analisar, maiores são as transformações observadas. Isso não se deve a influência dos astros, mas a uma conseqüência natural decorrente da passagem do tempo, da evolução e involução natural de todas as coisas. Mas com a astrologia podemos caracterizar o tempo, não impondo o significado de um astro como contendo obrigatoriamente a qualidade de uma determinada época. Mas podemos observar, fascinados, as surpreendentes analogias entre fatos históricos e configurações astrológicas presentes naqueles momentos. Podemos fazer isso em diversas escalas, tomando desde o espaço de uma década até o espaço de um século, um milênio, etc.


Os novos planetas que vem sendo descobertos além da órbita de Plutão tais como Eris, com sua órbita de 557 anos, ou Sedna, com sua imensa órbita de 10.500 anos, podem ser uma interessante fonte de estudos, uma vez que se eles realmente forem possuidores de algum significado para a astrologia, certamente isso se aplica a uma astrologia mais coletivizada, que trata justamente do tema sobre o qual me proponho falar, a passagem das épocas.


Vamos nos ater aqui ao planetóide Sedna. Vou me abster das associações mitológicas, em primeiro porque meus conhecimentos em mitologia são por demais básicos, e em segundo por que não considero que essas associações mitológicas feitas com planetas recentemente descobertos sejam válidas. Parece-me que a escolha dos nomes é em certa medida, gratuita. Outro fato é que a descoberta de Sedna é por demais recente, dados sobre suas características orbitais são ainda imprecisos, Carecem de maiores estudos e mais tempo de observação. Sendo assim, efemérides de períodos muito antigos para Sedna são pouco confiáveis, mas ainda assim eu vou analisar a passagem de Sedna pelos signos numa dessas efemérides pouco confiáveis, porque o que eu pretendo aqui é apenas especular.




Sedna fica tempo demais em sagitário, é uma coisa muito tediosa. Se você nasce com Sedna em 10°sagitário, só com muita sorte testemunha o ingresso dela no grau 11° de sagitário. Segundo a efeméride do programa zet, de 2000 antes de cristo até a época do nascimento de cristo, Sedna permanece em sagitário. Seria subjetivo demais especular sobre como era aquela época, mas, segundo dizem, era um momento onde a religião tinha muita força, e a maioria das religiões eram politeístas, riquíssimas em significados, cheias de mitos e histórias fantásticas. O período de Sedna em sagitário também coincidiu com a era de Áries, e de fato foi um período belicoso (se bem que todos os períodos foram belicosos o.0), e como podemos acompanhar no antigo testamento, as pessoas brigavam muito por causa de Deus (ao menos os judeus faziam muito isso). Os povos que tinham mais força naquele momento eram os egípcios, os povos mesopotâmicos e os gregos. Quando Sedna estava na transição entre sagitário e Capricórnio, tivemos o apogeu do império romano.





Então Sedna estava definitivamente em Capricórnio logo nas primeiras décadas do primeiro milênio da era cristã. O cristianismo se consolida realmente por volta do século V, quando tem início o período medieval, a chamada idade das trevas. E Sedna estava justamente em um signo de saturno, aliás, durante toda a idade média ela esteve em signos de saturno. Enquanto a Europa chafurdava no feudalismo, os árabes e os chineses prosperavam. O pessimismo, o medo e a estratificação das hierarquias sociais eram a moda quando Sedna esteve em Capricórnio.


No século 11, entre os anos 1020-1050 Sedna ingressou em aquário, domicílio diurno de saturno. Alguns anos depois tivemos o início das cruzadas, decadência do império bizantino e o auge da idade média no século 13. Tivemos neste período aquilo que foi chamado de “revolução Industrial da Idade média” com o aparecimento de enumeras invenções e o surgimento da burguesia. As cruzadas foram responsáveis por estabelecer uma conexão entre a Europa e Ásia, removendo a Europa das suas “trevas”, ao menos parcialmente.






Está bem clara a simbologia de aquário através desses fatos. O século 14 foi um século de crise na Europa, funcionando como uma espécie de transição entre a idade média e a idade moderna, que já foi um período onde as características aquarianas estiveram ainda mais evidenciadas. O antropocentrismo se iniciava como tendência, o homem estava definitivamente deixando pra trás as trevas saturninas onde esteve durante tanto tempo e decidiu pensar um pouco. Um novo continente foi descoberto, um “Novo Mundo”.







Nos anos 30 do século 17 ocorreu o ingresso de Sedna em Peixes, signo de Júpiter, expansivo. Entre os anos 1630 e 1860 Sedna permaneceu neste signo, e foi um período onde o mundo lentamente começou a se “integrar”, mesmo que na marra. A Oceania foi colonizada, assim como a Ásia e a América, e a áfrica massivamente explorada pelos europeus. O pensamento desenvolveu-se de maneira vertiginosa ao longo desses anos, o que caracteriza bastante o a natureza jupteriana de Peixes.







Então entre os anos 1860 e 1960 tivemos sedna em áries. É impossível listar todos os acontecimentos importantes, o mundo tem evoluído cada vez mais rápido(aparentemente em compasso com o progresso da velocidade de sedna, sua velocidade aumenta a medida que ela se aproxima do periélio, localizado atualmente no signo de câncer), mas de modo geral a industria se estabelece no mundo, o urbanismo surge e tivemos duas grandes guerras em escala global. O imperialismo descarado foi a marca de sedna em áries.



Sedna ingressa em Touro entre o final dos anos 60 e início dos anos 70. É o que temos atualmente. Consumismo, materialismo extremado. Tudo transformou-se em produto e a lei agora, mais do que nunca, é lucrar, acumular, ter, ser belo, perfeito, sensual etc.







Baseado no que eu coloquei acima, considero Sedna, portanto, como uma excelente ferramente para se caracterizar uma época, estudando-se apenas seu movimento através dos signos. Verificar os ciclos de conjunções e oposições com outros corpos pode ser interessante também. Apesar da inexatidão de suas efemérides, elas ainda assim possuem uma margem de acerto, mas é irresponsável afirmar qualquer coisa em torno de uma mera especulação. Eu quando me deparei com as efemérides de sedna, por sempre ter sido tão interessado em história mundial, me surpreendi com as coincidências que observei. E ficam aqui registradas minhas obervações, para que aqueles que tem interesse, também pesquisem o assunto.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Anônimo disse...

Genial! E quando é que Sedna ingressa em Gêmeos? O que é possível esperar?

Postar um comentário

 

Mega Astrologia Copyright © 2008-2015